Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» A MINHA INCERTEZA
Seg Jan 27, 2014 1:44 pm por JPereira

» NOVO FORUM / NOVO SITE
Sab Nov 03, 2012 5:35 pm por Coach

» Mulheres que dão Luta em Boxe e Kickboxing
Sex Nov 02, 2012 5:14 pm por isabelmaria

» O que o jovem deve comer para ficar com um corpo capaz de aguentar
Sab Abr 28, 2012 12:19 pm por rODRI8

» Aumento peso
Sab Abr 28, 2012 12:16 pm por rODRI8

» Ginásios na Área Lisboa/Carnaxide
Ter Abr 10, 2012 5:18 am por Vash

» Duvida sobre kimono shizen !
Seg Jan 23, 2012 6:32 am por rafael_lutador

» TWINS SPECIAL BG-N 14OZ VS PUNCHTOWN BXR PRO BOXING 14OZ
Qua Out 26, 2011 3:27 am por Rick

» F.C.Outurela-AnRam Team * Boxe de Competição e Manutenção *
Qui Set 29, 2011 12:10 pm por Coach

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada


Mulheres que dão Luta em Boxe e Kickboxing

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mulheres que dão Luta em Boxe e Kickboxing

Mensagem  Coach em Seg Jan 24, 2011 6:08 am

Boxe
«Quando levei o primeiro soco? Se me doeu? Então não doeu! Ainda hoje dói. Ainda hoje me dá vontade de chorar, às vezes. Mas não choro. Dou outro. E ainda fico com mais raiva, para ripostar melhor. É quase como um reflexo. Dão-me e sobe-me a febre para dar a resposta.» Filipa Figueiredo, 23 anos, joga boxe há cinco anos. Começou por brincadeira mas gostou tanto que se tornou uma coisa séria. «Vivo com a minha avó e quando lhe disse que estava a treinar boxe ela nem queria acreditar. "Boxe, Filipa? Vais ficar toda musculada, que horror, faz outra coisa, faz natação!".»
Mas Filipa não queria natação. Queria a sensação de poder que o boxe dá. Sobretudo porque ela é uma mulher, porque é pequenina e magra, e porque consegue dar cabo de homens, altos e fortes. «Já pus um a sangrar, uma vez. Deu-me um gozo! Também já me puseram a mim a sangrar. Cheguei a casa, com a T-shirt toda suja de sangue e disse à minha avó: "Olha, vó, olha!" A minha avó limitou-se a abanar a cabeça: "Tu não tens vergonha, rapariga?" Não tenho. [risos]»
O boxe não carece de grandes explicações. Toda a gente sabe o que é, todos já viram o Rocky Balboa a aviar uns quantos. O que talvez não saibam é que o boxe foi considerado desporto olímpico, em 688 a.C., na 23.ª Olimpíada. Posteriormente, quando do ressurgimento dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, nas Olimpíadas de 1896, em Atenas, o boxe não foi incluído como uma das modalidades da competição. Só a partir das Olimpíadas de 1904 é que passou a fazer parte dos desportos eleitos.
Filipa tem uma vida que não parece uma vida, parece mais uma corrida. À tarde está na faculdade, no segundo ano do curso de Design, à noite trabalha como repositora numa loja de material de escritório e no tempo que lhe sobra dá murros em quem pode, no Complexo Desportivo Carlos Queiroz, na Outurela. «Trabalho para conseguir pagar o curso, que é muito caro. Antes treinava todos os dias. Agora só consigo vir à sexta-feira, que é a minha folga. E há um dia em que pedi para ficar com a manhã, no trabalho, só para conseguir treinar à tarde. Tenho muitas saudades disto.»
Filipa Figueiredo gosta do boxe mas nunca combateu. Garante que não está preparada, que precisava de treinar muito mais. «Para combater tenho de me aplicar a cem por cento. Não quero fazer má figura.» O treinador, o mítico António Ramalho (do ANRAM Boxing Club), treinador desde os 19 anos, encolhe os ombros: «É uma mariquinhas pé de salsa.» Depois, ri-se. «Já me apareceu aqui muita gente. Em termos técnicos ela é mesmo muito boa, e não o digo por ela estar aqui. A Filipa e a Dina Pedro foram as pessoas que me apareceram aqui com mais qualidade.»
O elogio não podia ser maior. A comparação com Dina Pedro faz Filipa corar, mas António Ramalho reconhece que lhe falta, ainda, muito treino: «Gostava que ela jogasse a sério, que combatesse. Mas não tem sido compatível por causa da escola.»
A ideia de que o boxe é coisa para homens, de preferência feios, porcos e maus, é errada e velha, caduca. As coisas mudaram muito. Antigamente, quando se jogava sem protecções, havia muito sangue e canas do nariz partidas. Hoje há capacetes, coquilhas (para a zona genital) e até protecções para o peito das senhoras. Claro que há alguma violência, caso contrário não era boxe. Mas nada que atemorize as mulheres que praticam o desporto, que ainda são poucas mas que têm tanta garra como qualquer homem. Claro que as piadas ainda são típicas. «Fazes boxe? Então deixa-me cá ficar caladinho antes que me dês uma pêra.» Filipa ri-se. Gosta dessa aura que a modalidade lhe confere, não nega. E também confessa que se sente muito mais segura, desde que sabe dar traulitadas em machões: «Ando pela rua à noite, saio à meia-noite do meu emprego, em Alfragide, e vou a pé para casa, que é no Alto dos Barronhos, Nova Carnaxide. É perigoso. Claro que não posso dizer que o boxe me vai safar, mas sinto-me mais confiante. Se alguém me atacar, sou a primeira a saltar em cima!»


Toda a entrevista em---http://www.dn.pt/revistas/nm/
avatar
Coach

Mensagens : 47
Data de inscrição : 20/10/2009
Localização : Outurela / Carnaxide

http://www.boxingportugal.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estou impressionada

Mensagem  Isabel Almeida em Sab Set 24, 2011 5:32 pm

Boa noite,

Após cerca de 4 anos de ausência fiquei impressionada e ao mesmo tempo contente ao ler o que aqui esta exposto.
Boa sorte e força.


Ass: Like a Star @ heaven Isabel Almeida Like a Star @ heaven

Isabel Almeida

Mensagens : 1
Data de inscrição : 24/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Grande Isabel Almeida pugilista profisional

Mensagem  Coach em Qui Set 29, 2011 11:35 am

Ola Isabel gostei ke tivesses aparecido ao fim de muito tempo pode passado muita gente no ginásio mas tu serás sempre lembrada como a primeira Campeã Nacional de Boxe amador feminino digam o ke disserem mas esta lá aos 34 anos ,atleta de grande dedicação ,pena teres desaparecido,ainda podias continuar a fazer muitos combates como profissional e até podias ensinar, quem sabe um dia, tu e a Dina eram terríveis, grande guerreiras, outros tempos hoje temos novas miúdas muito boas tb danadas com vontade de vencer , aparece e faz uma visita no face temos um grupo seria interessante deixares o teu incentivo a todas as meninas ke praticam ou keiram praticar uma modalidade tão exigente kuanto o boxe mas tb podes deixar aki as tuas opiniões sobre esta ke já foi a tua modalidade ker como amadora ker como profissional ok
beij
http://facebook.com/outurela.escoladeboxe
avatar
Coach

Mensagens : 47
Data de inscrição : 20/10/2009
Localização : Outurela / Carnaxide

http://www.boxingportugal.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

ola kerido Ramalho

Mensagem  isabelmaria em Sex Nov 02, 2012 5:14 pm

Olá kerido treinador e amigo,
Ando á procura de fotos dos meus velhos tempos lol não tens nenhuma ? diz alguma coisa ou telefona beijo

isabelmaria

Mensagens : 1
Data de inscrição : 02/11/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mulheres que dão Luta em Boxe e Kickboxing

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum